O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

ESPÍRITO DO SERVIÇO

Não hesites ao espírito do serviço. Mesmo que não compreendas a humildade com que se consagra ao bem. Nem a fé que confia sempre. Nem a fraternidade de que é pródigo, sem exigir de volta o tanto que se dá. Se te dispões efetivamente, procurarão cercear o teu trabalho, acusando-te de louco inconsequente; criticar-te-ão tuas atitudes, chamando-te de ingênuo; deixarão escapar ironia se pressentirem amor de tuas palavras; da tua abnegação extrairão vilania; da tua renúncia, incapacidade a que se propôs.
Aperfeiçoa tuas qualidades de espírito receptivo quando te pões a serviço de intérprete da Voz que sussurra em teus ouvidos a missão que deves abraçar, ainda que não distingas se Deus ou mentor ancestral. Ainda que néscios, com um traço de maldade, zombem de ti.
É voz corrente que somente os Espíritos que abusaram de más ações sejam declarados culpados e sujeitos a nova encarnação e, se assim fosse, considerada então como punição ou castigo. Quando a passagem dos Espíritos pela vida corporal exige de nós o desenvolvimento de nossa inteligência a serviço de missões que Deus nos confia, na dependência do nosso desempenho, que as impulsionará.
Assim sendo, a reencarnação seria um castigo ou evolução? A Terra seria um campo de testes, na dependência de seu livre-arbítrio, ou de expiações, como resultado do uso e fruto de seu livre-arbítrio? Depende de vencer os degraus da iniciação de modo a colher mais cedo os frutos de sua trajetória. Ou, então, o seu adiantamento será retardado conforme o mau uso da liberdade que Deus lhes concedeu, podendo prolongar indefinidamente a necessidade de reencarnar. É quando a reencarnação se torna um castigo.
Enquanto o espírito de serviço obra pela evolução do humanitarismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias