O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

CAPÍTULO XIV – DE QUE ADIANTA SONHAR SE NÃO ACREDITA?

De que adianta sonhar se não acredita, não tem fé ou precisa de provas e mais provas? As manifestações ocorrem principalmente em sonhos para veicular em nossas mentes aquilo que não acreditamos se estivermos de olhos abertos, pois em estado natural não queremos enxergar ou ouvir por não condizer com o que se convencionou rotular de normalidade dos fatos. De que adianta preservar os sonhos numa caixinha de segredos, se apossar de seus valores, como se fossem um santuário? Se a manifestação é para induzi-lo a ser menos apegado e a cultivar novos valores para se sentir um espírito muito diferente do que tem sido.

Foi o que minha amiga Ana sentiu quando o diagnóstico do câncer lhe foi anunciado. Não se lamentou nem se considerou punida ou injustiçada. Só fazia questão de logo iniciar o tratamento quimioterápico. Vontade de continuar a viver, embora para muitos, nessa situação, isso não seja mais permitido. Das três cirurgias a que foi submetida, não sentiu nenhuma dor, nem sofreu. O espiritismo contempla o capítulo em que a dor extrema é para nos elevar e nos consagrar, ao nos purificar com uma dimensão que muitos ainda não alcançaram. Talvez por termos nos aproximado demasiadamente da morte. Ou porque nos tirou de um lugar onde nos encontrávamos, provavelmente acomodados, para colocar em outro que foi uma bênção. Não se trata de termos sobrevivido e sim ficado mais despertos ou lúcidos.
Segundo David Servan-Schreiber, somos levados a acreditar que o câncer é antes de tudo uma questão de genética ou de genes, quando os hábitos de vida ou estilo de vida são os principais implicados na suscetibilidade ao câncer. Como se aproveitar de uma relação com o próprio corpo, a fim de agir sobre o sistema imunológico e de acalmar a inflamação que faz crescer os tumores? O câncer é uma doença crônica pois pode voltar; portanto, há que cuidar do terreno em profundidade. O objetivo seria de estabilizar os tumores ao fortalecer e mobilizar nossas defesas naturais, e não propriamente de erradicá-los, tendo as células de câncer em si como o alvo. Hipócrates já dizia que “sua alimentação seja seu tratamento, e seu tratamento, sua alimentação”.
A décima quarta intervenção espiritual, em 19 de fevereiro de 2016, se iniciou com cânticos para abrir caminho para os espíritos curadores e a leitura do item 5 (“O advento do espírito de verdade”) do capítulo 6 (“O Cristo Consolador”) do livro de Allan Kardec, “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
Homens fracos, crianças medrosas, infelizes desgarrados, como se perdem nos ásperos atalhos da incredulidade! Profetas e apóstolos deram lugar, numa escalada de evolução dois mil anos depois, a nos ajudarmos uns aos outros, dentre mortos e vivos – mortos segundo a carne, pois a morte não existe. Que se faça ouvir a voz daqueles que não estão mais na Terra já que a morte é a ressurreição e a vida é a prova escolhida durante a qual vossas virtudes cultivadas devem crescer e se desenvolver. Amai-vos e instruí-vos sobre o objetivo sublime da provação humana. O amor parece fácil quando guiado pelo instinto animal para a paixão, mas se for para suplantar as nossas diferenças esta é a nossa provação e o nosso grande desafio no correr de encarnações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias