O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
junho 2022
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Mariana Valle (Amor & Sexo)

Realidade ou ficção

Esta é a dúvida que ronda a cabeça daqueles que lêem os textos eróticos de Mariana.

Não importa.

Há sempre um pouco de ficção no pão nosso de cada dia e um tantinho de realidade na ficção.

Ou não?

Mais importante do que o que se escreve, é a interpretação de quem lê.

Páginas da escritora:

https://www.instagram.com/marianavalle

https://www.facebook.com/marianavalleescritora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

DOIS INTEIROS

Não há cara-metade que me complete
Sou um ser inteiro
O amor verdadeiro
É de duas pessoas que se transbordam

As águas que saem de mim rumo a ele
Não vêm só do rio que me alaga de prazer naquela… Continue lendo


QUANDO FOI?

Será que é da idade
misturar a saudade
com o cansaço?

Disfarçar a vontade
com o descaso
e ficar de caso
com o espaço
em branco,
neutro,
cheio de vazio?

Será que é da vida
há muito tempo vivida
ficar… Continue lendo


COMO DIZER?

Quero lamber estrelas
No céu da tua boca
Ler teu corpo em braile
Desembocar meu rio
No teu mar

Não há metáforas suficientes
Que caibam
no meu amar


SEM PALAVRAS

Seu olhar esfrega meu corpo
de um jeito tão louco
que dizer que ele te entrega é pouco.

Nossa mente tenta,
mas só nossa pele consegue.
Não há desculpa que me carregue
para longe de você.
E você sabe:
não preciso te dizer.


CÓRREGO

Este córrego que corre
Dentro de mim
Toda vez que você me olha
Me molha sim,
Fazendo curvas sem fim
Antes de desembocar no mar.

É o facho do desejo,
Riacho que não vejo,
Mas sinto.
É manifestação da natureza,… Continue lendo


CABIMENTO

Meu armário tá lotado de coisas sem uso,
Enquanto abuso de sentimentos confusos.

Decidi liberar os cabides do que não mais me cabe,
Mesmo que eu desabe de saudade.
Por maior que seja a vontade de voltar a caber neste… Continue lendo


TRANSAR TRANSBORDA

A bordo do desejo
Me vejo no espelho
Meu corpo é amor
É puro vermelho
De sangue que pulsa
Na veia aberta da paixão

Transitando entre o sim e o não
Sou toda tesão de vida
De vontade dolorida
De… Continue lendo


EU NÃO SABIA

Não perdi ninguém
Me perdi tentando ter
Quem nunca foi meu

Não fui trocada
Troquei meu lugar ao lado dele
Pelo vão em frente ao espelho

Abri espaço para quem era melhor pra ele
Porque eu precisava ficar só
Para… Continue lendo


DEGUSTAÇÃO A DOIS

Ter você por perto
Me lembra de deixar
O caminho aberto
Para os pequenos
grandes prazeres do dia

Em sua companhia
Degusto o tempo
Sigo seu exemplo
E ressignifico tudo
Dentro de mim

Quero viver assim
Até o fim
Quer… Continue lendo



BOM USO

Meu amor por você começou confuso:
paixão, insegurança, ciúme, decepção.

Foi tanto o abuso
– surtos e curtos-circuitos inclusos –
que virou difuso:

Poesia viralizando todo dia,
rimas em profusão.

(Mariana Valle – escrito para o desafio de escrita WordTober.br… Continue lendo


O ATO

a unha de leve
beirando o arrepio
na pele nua
a minha boca na sua
nossas respirações sincronizadas

os músculos relaxados
prontos para a mudança brusca
de força e ritmo
movimentos acelerados no íntimo
por dentro

rio alagado descendo
a… Continue lendo


RENDA-SE!

Rasgue minha renda
E me surpreenda
Com teu fogo.

Eu te rogo,
Eu me implodo,
Eu me jogo
No teu corpo louco, oca,
Querendo me preencher
Todinha de você.


INSPIRAÇÃO

fui ler poesia
quem sabe me inspiraria
e ela realmente me lembrou
como era bom rimar
quando não tinha seu amor
a alegria é linda
mas para escrever
a tristeza é mais bem-vinda


O AMOR QUE NÃO VINGOU

A paixão que não virou amor
Ficou fadada à saudade
À tristeza
Ou à raiva e decepção
Não tenho certeza

Cada caso é um caso
E nada é por acaso
Nestas idas e vindas

Só sei que ainda
Lembro como… Continue lendo


DECLARAÇÃO

não sabia como dizer
mas disse
e não valeria nada ter feito
se você não ouvisse

os olhos ouvem muito melhor
do que os ouvidos


DESTROÇOS

meu corpo não é objeto
nem muito menos porta-dejetos
pra você jogar seu lixo
minha pele segue o fluxo
do luxo que é ser eu

se você me percebeu
com sua visão limitada
e resolveu me dizer
cuidado com o… Continue lendo


CENSURA

Enquanto nossas línguas
Dedilham corpos e mentes quentes
Com a força da palavra e do amor
Ela faz cara de horror
Com inveja
E despeja
À míngua
O fel

Ela só vê inferno
No nosso céu
Não sabe
Não cabe… Continue lendo


INSTANTE

Sem regras
Só entrega
Ao momento
Presente
Em que se
Pressente
O gozo
O fogo
Da hora
Do agora
Porque
Viver
É um milagre
Uma dádiva
Um presente
Dos Deuses


NO SEU QUARTO

É no seu quarto
que qualquer
quarto de hora
não me deixa ir embora
mesmo depois que parti.

É no seu quarto
que me mato de prazer
para depois dizer
que renasci.

E renasço,
porque tudo
que eu faço
no… Continue lendo


Categorias