O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Mariana Valle (Tudo)

Quando criança, leitora: memória repleta de histórias.

Quando adulta, escritora: histórias repletas de memórias.

Poeta, Mariana Valle atua como jornalista, publicitária, roteirista, compositora e escritora de contos, crônicas e artigos. Seus assuntos? A vida, seus encontros e desencontros, sempre de um ponto de vista muito íntimo.

Em dezembro de 2008, lançou o livro “SORRIA, VOCÊ ESTÁ NA BARRA e outras histórias”, pela Editora Multifoco, e, em dezembro de 2012, lançou o livro de Poesia, “PURO INSTINTO” (Editora Sapere).

Páginas da escritora:

https://www.instagram.com/marianavalle

https://www.facebook.com/marianavalleescritora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ALGORITMO E O LUGAR DE CADA UM

Sabe o que é o algoritmo?
O algo no ritmo que você escolheu.
Se você não entende, nem eu,
não sei nada de tecnologia,
mas na lógica do dia a dia,
a internet não é diferente da vida.

Cálculos matemáticos… Continue lendo


NÃO POSSO ME CALAR

Há beleza no descontentamento que sangra em poesia.
Sempre reverbera numa maioria.

Falar de como é fácil superar,
embora não seja fácil,
soa meio pedante,
como quem joga na cara da sociedade
seus privilégios arrogantes.

O bagulho é sério.
O… Continue lendo


FELIZ COM O QUE ESTOU

não tenho ainda
tudo que posso
meus esforços
não eram astutos
atirando pra todo lado

iam na direção contrária
ignorante que era
inconsciente da própria fera
que sabe sim lutar
quando reconhece seu lugar
e o toma na garra

hoje… Continue lendo



A OXUM EM MIM

*Inspirada em post de @andarasuburbana

O som do tambor
Ecoa dentro de mim
Chama que acende
Das entranhas pro peito
Bolas de fogo explodindo
Daquele jeito que é só meu
Transborda, extrapola a bola
Rebola que gosta, se enrosca

O… Continue lendo


A MAIOR DÍVIDA

A maior dívida
É com a vida
A indevida dúvida
A falta de fé

Se a vida te deu pés e mãos
Um cérebro, um pulmão
Você já tem tudo
O lance é respirar
Um sopro de ar por vez… Continue lendo


FAVELA

Vejo da janela
As luzes da favela
Rasgando o morro
Sem pedir licença
A existência é assim
E não hesita
Diante dos fatos

No meio do mato
Fogos e fogo
Chuva no lodo
Alagamento
Estamos todos
Lado a lado
Sobrevivendo… Continue lendo


DESAPEGO

Não temos nada nem ninguém
Nada nem ninguém nos tem
Não abemos nem até quando vivos
E se há outra vida depois desta
Se vamos além

Cultivo então o desapego
Difícil, não nego
Mas necessário também

Quando me desapego
Abro… Continue lendo



É DE PROPÓSITO: 14 – ABISMOS

Quando eu cismo com o abismo, cometo absurdos, surda pro que está dentro e fora de mim. É uma espiral sem fim de pensamentos recorrentes, crentes de si. Enchentes de “nãos” para mim, quando tudo o que eu precisava era… Continue lendo











AREIA MOVEDIÇA

Há lugares, pessoas e eventos
Que parecem areia movediça
Em alguns momentos
Mas é nosso pensamento
Que nos liberta
Tudo acontece aqui dentro
Entre o peito e a testa


Antonio Carlos Gaio
Categorias