O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

CAPÍTULO XXVI – JUNTANDO RAÍZES PARTIDAS

Problemas são avisos que a vida nos envia para corrigir algo que não estamos conduzindo bem. Problemas e doenças estão umbilicalmente ligados para que possamos transformar nossas vidas. Os sintomas vão piorando na tentativa de fazer com que você entenda o recado que precisamos levar a sério, principalmente se as doenças se repetem. São poucos os que se indagam: “Por que meu organismo ficou enfraquecido e permitiu que a doença me atacasse?”. Você não presta atenção quando alguém se aproxima e diz que precisa mudar seu estilo de vida para eliminar as causas da doença.
Tal como nossos inimigos, quando os ouvimos com atenção, podem se transformar em maravilhosos colaboradores para o nosso crescimento pessoal. Doenças e inimigos nos enviam mensagens que precisamos aprender a decodificar.
Impossível atravessar a vida sem um trabalho malfeito, sem que uma amizade cause decepção, sem ser enganado num negócio, sem que um amor nos abandone, esse é o custo de viver. O fundamental é como irá reagir diante de um infortúnio que abale sua família. Se perderá a esperança e a fé, diminuindo a vontade de viver. Ou se aceitará a realidade e assumirá seu destino, tendo garra para mudá-lo, ao assimilar o que ficou para trás e construir o que tem pela frente. Você cresce quando se supera, incorporando experiências e juntando raízes que foram partidas em sua família, verdadeiros escândalos aos olhos de outrem. Ao se pôr no bom caminho de cumprir com o seu trabalho e missão na Terra. Sendo forte de caráter, sustentado por sua formação espiritual, humano pela própria natureza e sensível por temperamento, crescerá ajudando a seus semelhantes, conhecendo melhor a si mesmo e dando à vida mais do que recebe.
A vigésima sexta intervenção espiritual, em 2 de setembro de 2016, se iniciou com cânticos para abrir caminho para os espíritos curadores e a leitura dos itens 11, 12, 13, 14, 15, 16 e 17 (“Escândalos. Se vossa mão é motivo de escândalo, cortai-a.”) do capítulo 8 (“Bem-aventurados os puros de coração”) do livro de Allan Kardec, “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
Ai do mundo por causa dos escândalos e tudo que leva à prática do mal e que choca a moral ou as regras da sociedade de uma maneira tal que atrai todas as atenções. O escândalo repercute ao atingir a reputação dos homens. Escândalo não é somente o que ofende a consciência dos outros, é também tudo o que resulta dos vícios e das imperfeições dos homens, em decorrência da moral desgovernada. Muitos se contentam com que suas maldades sejam ocultadas, isso lhes basta e sua consciência fica tranquila. Segundo Jesus, são sepulcros caiados por fora, mas cheios de podridão por dentro.
Quando nos deixamos levar pela aparência, deslustramos o fundamento, com a forma se impondo ao fundo, à substância, à essência. Se a tua mão te escandaliza, cortai-a e lançai-a fora de ti. Isso nada mais significa que a necessidade de destruir em si as causas de escândalo. Assim como poderia ser o pé ou o olho. Melhor te é entrar na vida manco ou aleijado ou com um olho só do que todo teu corpo ser lançado no fogo do inferno que criou em sua vida.
É necessário que se sucedam escândalos num mundo pouco evoluído como o nosso, que não progrediu o suficiente para diminuir a presença do mal, pois cada espírito que aqui reencarna vive o seu carma, seja suas imperfeições ou os erros de vidas passadas, fazendo com que os homens acabem por punir a si próprios. São as primeiras vítimas, cujos males somente mais tarde irão compreender, quando estiverem cansados da guerra e de sofrer seus efeitos, e aí procurarem o remédio no bem, que aliviará, ao mesmo tempo, o castigo para uns e a provação para outros.
É assim que Deus faz surgir o bem do mal gerado pelas imperfeições, fazendo com que esses homens tirem ensinamentos de coisas ruins, penosas ou desalentadoras. Dando margem a juntar raízes partidas, amalgamando espíritos de têmperas diferentes que viviam em família em permanente conflito quando aqui encarnados, mas que encontram inúmeras chances na verdadeira família, a espiritual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias