O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

CONHECENDO POR DENTRO OLAVO DE CARVALHO

Com base na reportagem da revista Época, eis as ideias do guru de Bolsonaro. Recomenda, primeiramente, não discutir sobre ideias para provar que o adversário está errado, e sim partir para destruí-lo psicologica e economicamente, especialmente se for marxista. Dá para varrer não só o socialismo da Terra, como também a política. Devíamos valorizar mais a arte, a religião e a filosofia. Todos partem do princípio de que o ser humano é obcecado pelo poder político. Criei uma geração de intelectuais de poder formidável capaz de mudar o curso da história da cultura do país. Minha consciência só vale para mim, e para quem decidir me seguir. Embora não valha para quem dele discorda que, por trás dos atos, com certeza possuem intenções maldosas, quando não analfabetismo. Os correligionários do partido do Bolsonaro são semianalfabetos, até sabem ler, mas não tiram consequências do que leem. Olavo considera ele e seus alunos, que têm alguma atuação política, a elite intelectual brasileira. O regime militar protegeu a esquerda no Brasil, dando dinheiro para professores, artistas e cineastas. Ele se cansou de avisar aos militares para impedir que a mídia propagasse mentiras a respeito da tropa, baseada na ocupação dos espaços pelos comunistas nas redações, nas universidades, nas artes. Para conquistar o poder político, é preciso antes conseguir a hegemonia cultural, objeto de sua obsessão e de autoria do filósofo italiano Gramsci, do Partido Comunista, que dedicou boa parte de sua vida nos cárceres de Mussolini debruçado sobre a tese. Por isso, há primeiro que destruir a base cultural estruturada pela esquerda – Olavo, o único, o principal inspirador de toda essa transformação cultural que o país atravessa. A exacerbação da intolerância, do ódio e da violência, completamente dependente das redes sociais, com posts tomados pela fúria. Por se dedicar a ofender em quase metade de sua tese sobre Aristóteles, teve negado o seu ingresso na Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Não só por isso. Por negar a complexidade do mundo, sem todas as complicações contemporâneas que exigem uma imensa diversidade de perspectivas para fazer sentido. Quer voltar no tempo para um universo onde só existe dois sexos, e não me venha com gêneros, sem as incertezas e as heresias da relatividade e da física quântica, nem se preocupar com o clima, assunto de São Pedro. Um mundo cristão, de cultura clássica, sob o comando de quem claramente se vê quem manda, de preferência, autoritário. Um ser binário, quem não é bom, é mau, e vice-versa. Olavo contraiu recentemente um tumor na traqueia e diz que fumar (charuto) faz bem à saúde. Brigar com as pessoas é o modus operandi de Olavo de Carvalho, à semelhança de seu deus Bolsonaro, que o guindou a guru. Ambos se merecem no papel de animador de torcida, que certamente os atrapalham pra burro, chegado um momento qualquer quando se impõe adquirir algum conhecimento. Isso os preocupa ou já atingiram o ápice de suas possibilidades? Daqui para uma conversa com Deus, que os ouvirá com o maior interesse sobre o lugar-comum de suas doutrinas. Se contêm algum apreço pelo ser humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias