O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

MORREU SEM MAIS NEM MENOS – O CAIXÃO ASSASSINO

Marciana, de 67 anos, morreu vitimada pelo caixão com o corpo de seu marido recém-falecido. No instante em que a camioneta da funerária foi abalroada pela traseira, o caixão atingiu a nuca da mãe de 4 filhos, que perdera Seu Coimbra, de 58 anos, na domingueira dançante de um clube de idosos em Tapes, perto de Porto Alegre. O dançar lhe trouxe dores no peito e infartou. Tudo muito bem orquestrado e de encomenda para quem exige sinais de evidência e ainda teima em culpar o acaso por tamanho infortúnio. Para que a pressa no transporte do caixão à uma da madrugada? Se dançavam juntos tão bem, para que separar o casal? Foram dançar em outra freguesia, longe de olhares incrédulos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias