O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

O EXÉRCITO VIRA A PÁGINA DA DITADURA AO COMBATER O TRÁFICO ARMADO

Até que o estado do Rio de Janeiro forme um efetivo suficiente para a criação de uma Unidade de Polícia Pacificadora no Complexo do Alemão, o Exército terá uma Força de Paz na vigilância das favelas, à semelhança da que funcionou com muita eficiência no Haiti – o Haiti é aqui, já dizia Caetano Veloso. A Guerra do Paraguai já foi enterrada, não entraremos mais em combate com os países vizinhos e o Mercosul é uma realidade: o inimigo mora dentro da nossa própria casa. De graça, caiu nas mãos do Exército uma excelente chance de virar a página da ditadura militar, sob pesadas acusações de tortura, extermínio e restos mortais de guerrilheiros que parentes não puderam enterrar. E o que é melhor: granjear recursos substanciais no reaparelhamento da tropa, reivindicação antiga e significativa da recuperação de prestígio da corporação. Diante do sucesso dos blindados da Marinha, movendo-se com facilidade para ultrapassar as barreiras montadas pelo bando dos traficantes, pondo-os para correr e transformando o combate em treinamento, o Exército não pode ficar pra trás da Marinha. Afastando de vez os comentários maledicentes de que o Exército se ocupa primordialmente em zelar pelos quartéis, embora seja verdade que se tornou um trauma, depois do regime imposto em 1964, onde o Exército deve pôr os pés fora das áreas restritas à segurança militar. É hora do poder civil e militar se abraçarem em esforço conjunto na guerra ao tráfico pesadamente armado. Um dia será a vez dos corruptos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias