O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

A FACE OCULTA DA MEDICINA

Segundo o Dr. Paulo Cesar Fructuoso em seu livro A face oculta da Medicina, a Medicina se encaminha inexoravelmente para a descoberta e a compreensão desse formidável complexo energético denominado espírito, que concede vida aos corpos humanos, residindo em suas desarmonias a causa primeira de inúmeras patologias descritas nos compêndios médicos. Prossegue:
Materialização pode ser definida como a corporificação de um ser que, vivente em outro plano vibratório ou dimensional, mais sutil ou menos denso que o nosso, adquire durante alguns momentos formas físicas completas ou incompletas capazes de serem detectadas por nossos sentidos, ou seja, visto, tocado e ouvido, e até fotografado.
Médiuns ou sensitivos de efeitos físicos produzem uma substância que, expelida por seus orifícios naturais em forma vaporosa, pode rapidamente passar ao estado sólido. Essa incrível excreção dotada de força descomunal e guiada por inteligências invisíveis, de propriedades e características que contrariam tudo o que sempre se entendeu como leis da Física e da Química, permite a moldagem quase instantânea das formas corporais de entidades manifestantes durante as sessões de materialização com todos os detalhes anatômicos de um verdadeiro corpo humano. Da mesma maneira que o estranho fluído se exterioriza a partir do organismo do médium, a este retorna após a desmaterialização do espírito, não deixando qualquer resíduo de sua presença.
É o ectoplasma, sob a forma de nuvens de substância esbranquiçada ou mesmo de véus brancos, que todos os seres vivos possuem. O substrato utilizado pelos espíritos para se tornarem visíveis durante um espaço de tempo em nosso mundo físico para realizarem prodigiosas intervenções cirúrgicas, por vezes assistidos por colegas encarnados, presentes ao Centro Espírita Frei Luiz.
A face oculta da Medicina seria decisiva no alívio de doenças e no progresso da cura de nossos pacientes. Infelizmente, a blindagem materialista, dentro da qual se acha enclausurada a profissão de médico, quase não oferece oportunidades de aproximação da mediunidade em seu socorro – ingressaríamos num Novo Mundo, bem diferente de quando a América foi descoberta por Cristóvão Colombo.
As revelações científicas que promovem a cura das inúmeras doenças que nos assolam obrigam os próprios cientistas a crer na existência de algo muito maior do que a matéria ponderável, bem como as religiões a reverem seus dogmas e a se atualizarem. Conforme observou com muita propriedade: “Deus criou a vida, mas deixou-a sob a vigilância de inteligências criadas por Ele”.
Muito embora “a ajuda nem sempre nos alcance na forma e no momento que desejamos, ela sempre virá na medida certa de nossas necessidades e no momento preciso”.
Luiz da Rocha Lima, ex-presidente, conselheiro e líder do Lar Frei Luiz, já desencarnado, observou que o fenômeno da materialização não modifica ninguém, pois o que modifica é a reforma íntima, e esta cada um deve realizar em si próprio, sufocando aos poucos o ego escravizante e vivificando cada vez mais seu “eu divino”.
Saliento que percebi no encontro com o Dr. Fructuoso que eu não precisava me deter em maiores explicações, parecendo ler meus pensamentos e “sacando” meu abraço à causa da espiritualidade, ela sendo a monitora de nossas ações, palavras e pensamentos. Sentindo-me bem acolhido, procurei corresponder entrando no clima extrassensorial, o que me trouxe à mente eventuais contatos com meu pai desencarnado, de madrugada, em razão de questões pontuais em que a palavra falada sucumbe à comunicação conseguida, da qual procuro não abusar e dela me valendo na medida certa do que há por se ventilar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias