O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

A INTUIÇÃO COMO VOZ DO PASSADO

A cada ciclo de existências, o homem adquire mais inteligência e melhor distingue o bem do mal. A cada fornada, os pães saem com menos massa insossa e adquirem um sabor inigualável. Embora pareça que não; a cada dois passos à frente, se recua um passo.
Isso se deve ao fato de o espírito aqui encarnado não se lembrar de suas ações e reações em vidas passadas, guiando-se pelo livre-arbítrio para criar sua própria trajetória e agregar novos valores à sociedade dos humanos. Caso se recordasse, uma frustração pregressa poderia deprimi-lo e causar inércia, embotando a criatividade e induzindo-o a reproduzir modelos ultrapassados.
Sempre volvemos à vida primitiva, a vida em espírito, a que não termina e é eterna. Diferentemente de quando nos iniciamos em carne ao reencarnarmos, com fim irreversível e previsto da matéria. No propósito de levar a cabo uma vida material que o satisfaça, sem entrar em choque com o desenvolvimento de uma vida espiritual em paralelo. Os exageros no materialismo, seja no consumismo ou arraigado à posição de só crer no que puder enxergar, constituem o obstáculo a ser ultrapassado. Com moderação.
Pois que o espírito, no retorno às origens, tem diante de si o desenrolar de toda sua existência, para examinar os erros praticados e que redundaram na causa de seu sofrimento, por não ter conseguido impedir de cometê-los.
Daí espíritos preparados se oferecerem para logo reencarnar, na justa compreensão de reparar o que lhes foi proporcionado, reconhecendo a perda de oportunidade. Escolhem para desembarcar em situações semelhantes às que desperdiçaram, ou em embates que acreditam serem proveitosos para o seu adiantamento. A prova viva de que captaram o verdadeiro sentido do carma, mostrando-se dispostos a enfrentar, o quanto antes, a sucessão de mudanças que caracterizam os dias tristes e alegres, cuja aparente falta de nexo causa instabilidade e comumente atrai reveses.
Quando a impressão dos que ainda vivem na Terra é que, morreu, precisa descansar – no nível de uma sonoterapia. Ou de tão cedo não querer ouvir falar de voltar às tarefas rotineiras terrenas – querem sombra e água fresca depois que morrerem. Resistem instintivamente a uma nova prova, por temerem não dar conta de uma matéria acima de suas possibilidades. Como um aluno que ficou em 2ª época e treme, se não passar de ano. 
Se bem condicionado, você renasce com uma intuição que se manifesta através da voz da consciência, que adverte para não recair nos mesmos enganos. Não são os princípios incutidos pelos pais. Se, durante a vida corporal, não nos lembramos do que fizemos de bem ou mal em existências anteriores, nem de quem fomos efetivamente, restou-nos a intuição como voz da lembrança do passado, repisando para não sucumbir, a evidenciar um grau de consciência sobremaneira aperfeiçoado com sucessivas encarnações, que minorou o efeito de tabus aparentemente intransponíveis, como a discriminação e o preconceito.
A intuição atuando como lembranças de outras vivências e fio condutor da vida espiritual.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias