O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

A VITÓRIA ESPETACULAR DE THIAGO NO SALTO COM VARA DESESTABILIZOU A SEMPRE NERVOSA FABIANA MURER

Logo Olimpiadas Rio 2016Primeira medalha de ouro do Brasil na modalidade de salto com vara em todos os tempos obtida por Thiago Braz da Silva. Seu maior concorrente, o francês Renaud Lavillenie, campeão olímpico em Londres 2012 e detentor da melhor marca do mundo com 6,16m, só entrava na prova quando ela atingia seu nível. O pedantismo e autossuficiência foram arrasados pela brilhante estratégia do brasileiro que, só com os dois em disputa na marca de 5,98m e com a prata garantida, resolve elevar o salto para 6,03 m, superado logo na segunda tentativa, sob delírio da torcida. Era uma noite com chuvas fortes que se abatiam sobre o estádio Engenhão, atrasando a competição de modo a favorecer Thiago sob a influência do candomblé, segundo Lavillenie. Evidentemente que tal iniciativa abalou a autoconfiança do francês, dando margem a visíveis tique-tiques nervosos em sua fisionomia, vindo a fracassar nas três tentativas. O que atribuiu à torcida nativa, especializada em futebol, distante do espírito olímpico, cujas vaias o desestabilizaram e o levaram a chorar de raiva e despeito na premiação com medalhas. Mas quem sentiu de fato a bravura e o espírito indômito de Thiago foi sua colega de salto com vara, Fabiana Murer, que fracassou em três Olimpíadas: Pequim 2008, em que a organização perdeu as suas varas; Londres 2012, em que o vento não lhe permitiu alçar maiores voos e morreu na praia; Rio 2016, em que uma hérnia a eliminou logo na fase classificatória. Nervos em frangalhos que tornaram sua elogiada trajetória em marcada por desastres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias