O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

CAPÍTULO 214 – DISSO NÃO DUVIDEIS, NÓS NÃO ESTAMOS SOZINHOS AQUI!

Ouçam! Disso não duvideis, não estamos sozinhos aqui! Relegados ao abandono e ao desânimo. Há muitos colaboradores do Mundo Espiritual ao seu lado, que leem os pensamentos, que veem as necessidades, sentem as urgências de cada criatura. Para evitar o acúmulo de obrigações expiatórias e a ter que voltar aos círculos carnais para sofrer, de novo, o sufoco dentro dos veículos fisiológicos do corpo humano e da estreita matéria. Muitos aprendizes lastimam as longas repetições próprias da reencarnação. Contudo, vale mais um dia impregnado do espírito do Senhor que cem anos de rebeldia no cativeiro de planos inferiores, rendendo-se a experimentações doentias que bem explicam as sombras com que alguns se travestem quando de regresso ao Umbral.
A provação que nos pareça exagerada é consequência do erro, a perturbação é o fruto do esquecimento do dever, esclarece o espírito Emmanuel.
A ducentésima décima quarta intervenção espiritual, em 19 de abril de 2024, se iniciou com cânticos no intuito de abrir caminho para os espíritos curadores, prosseguindo com a leitura de “Vinha de Luz”, 122 (“Hoje, onde estivermos”), de Chico Xavier pelo Espírito Emmanuel, e estudo preliminar do capítulo 5 (“Bem-aventurados os aflitos”), item 25 (“A melancolia”) do livro de Allan Kardec, “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
Sabeis por que um certo desânimo se apodera de vós e vos faz achar a vida tão amarga? É o vosso espírito que anseia por felicidade e se deprime com as restrições a que o corpo está sujeito ao lhe servir de prisão, restringindo sua liberdade e obrigando-o a esgotar-se em esforços sobre-humanos para não deixar submergir vossa alma num estado de abatimento e indiferença. Resisti com energia a essas impressões que enfraquecem a vossa vontade!
Lembrai-vos que tendes a cumprir uma missão durante vossa prova na Terra, disso não duvideis! Seja nos cuidados com a vossa família, seja no cumprimento dos diversos deveres que Deus vos confiou. Se virdes as preocupações e os desgostos investindo contra vós no desempenho de vossa tarefa, sede fortes e corajosos para os suportar! São de curta duração, segundo Allan Kardec, e a espiritualidade será tanto mais pródiga, quanto mais assertivos e úteis nós formos na propagação do bem para a coletividade.
Quanto mais a individualidade é útil para o bem comum, mais ela recebe amparo do Plano Espiritual na Terra e incluída na esfera de proteção que um dia a conduzirá a um lugar onde deixam de existir os golpes e as mentiras que desvirtuam a verdadeira natureza do planeta, seja a do meio ambiente ou a todas as questões relacionadas à moral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias