O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

CAPÍTULO CLIV – LIBERDADE DE ESCOLHA

Não se pode entregar, inerte, às forças destruidoras. A retribuir violência com violência. Seria perpetuar o ódio e a desregrada ambição no mundo. O Bem renovador, vigilante e operoso é o único dissolvente da maldade, filha da ignorância. Imposição de ideias à força, autênticas guerras em torno de divergências, perseguir e afastar inimigos políticos através de manobras insidiosas que acentuam ainda mais a catástrofe que redunda da pura discórdia e de pensar diferente, fazendo insurgir a polarização. Quando não há nada que não possa ser reconciliado. Seja hegemonia indébita ou sectarismo pernicioso. Para se contrapor ao olho por olho, dente por dente ainda vigente.
Prosseguindo a intervenção espiritual, sem ainda ser presencial na Fundação Marietta Gaio e realizada na residência de cada médium e de quem se encontra sob tratamento, segundo o calendário da Fundação, com todos obedecendo ao regime de confinamento em face da pandemia do coronavírus, a centésima quinquagésima quarta intervenção espiritual, em 19 de novembro de 2021, efetivou-se sob a égide da leitura de “Vinha de Luz”, 62 (“Resistência ao mal”), de Chico Xavier pelo Espírito Emmanuel, e estudo preliminar do capítulo 25 (“Buscai e achareis”), itens 9 a 11 (“Não vos inquieteis pela posse do ouro”) do livro de Allan Kardec, “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
Na Antiguidade, recomendava-se em lugares afastados receber os forasteiros em suas tendas, o meio de distinguir os caridosos dos egoístas, quem seria bastante humano para abrigar o viajante que não tinha com que pagar e ouvir o que ele teria por dizer. Por acaso, dever-se-ia condenar o anfitrião relapso, coagi-lo aos bons costumes, usando até de métodos arbitrários? Não! Simplesmente procurar as pessoas de boa vontade.
Em hipótese alguma se deve violentar nenhuma consciência, segundo o Espiritismo, muito menos forçar ninguém a deixar sua crença para adotar a que você sugestiona, não amaldiçoando os que não pensem como nós e acolhendo os que vêm até nós em gesto de boa vizinhança para travar maior conhecimento, deixando em paz os que nos repelem.
Fazer a consciência crescer a olhos vistos é o que mais se almeja ao se avançar no espiritismo. Para alçar sua visão a novos horizontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias