O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

CAPÍTULO CXC – QUAL É O OBJETIVO DAS ENCARNAÇÕES?

Qual é o objetivo da encarnação dos espíritos? Os espíritos vieram ao mundo, nas palavras de Kardec, simples e ignorantes, isto é, sem o conhecimento atento e aprofundado do que quer que seja sobre o universo espírita. Deus nos criou com o objetivo de nos esclarecermos nas lutas e tribulações da vida corporal e nos fazer chegar progressivamente ao conhecimento da verdade, expurgando ao longo de nossa trajetória toda sorte de imperfeições, deficiências e fraquezas que nos impedem de nos aproximarmos Dele.
Mas para Lá chegar, é preciso sofrer todas as vicissitudes da existência corporal para adquirir tais conhecimentos, passando por provações a que Deus nos submete. Uns aceitam como uma missão ao bem entender e se harmonizar com os propósitos divinos onde tudo se encaixa e tudo é solidário, suportando sua cota no contexto da grande obra da Criação.
Outros encaram as provações como expiação, interpretada por alguns como castigo, senão mesmo o inferno em vida. Tamanha a carga de sofrimentos por superar, advindos da ação da inveja, do ciúme, da avareza, da ambição, gerando tormentos nascidos de seus defeitos. Apegados à matéria, após a morte e segundo eles, o bem e o mal não teriam vida longa e consequência alguma, o homem teria sido criado para somente nele pensar e em seus prazeres materiais, rompidas as ligações afetivas e sociais sem sequelas.
Menos mal que os materialistas, em verdade, tenham horror ao nada, receiem a possibilidade de vida após a morte, perguntando-se o que poderia lhes acontecer, já que deixar a vida sem retorno é aflitivo e angustiante. Quem poderia, em sã consciência, ser indiferente a uma separação absoluta e eterna de todos a quem amou?
A prova material do Espiritismo que não quer calar: o grito angustiante dos incrédulos quando se deparam com o momento supremo da passagem.
A centésima nonagésima intervenção espiritual, em 19 de maio de 2023, se iniciou com cânticos no intuito de abrir caminho para os espíritos curadores, prosseguindo com a leitura de “Vinha de Luz”, 98 (“A prece recompõe”), de Chico Xavier pelo Espírito Emmanuel, e estudo preliminar do capítulo 4 (“Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo”), itens 5, 6, 7, 8 e 9 (“Ressurreição e Reencarnação”) do livro de Allan Kardec, “O Evangelho segundo o Espiritismo”.
O Espírito de Deus sopra onde e quando quiser, podeis escutá-Lo e entendê-Lo através da intuição, mas não sabeis de onde vem, nem para onde vai. Assim como na oração, que nem sempre se caracteriza por sons articulados na construção verbal, mas, invariavelmente, é prodigioso poder espiritual transmitindo emoções e pensamentos, imagens e ideias, desfazendo empecilhos, limpando estradas, reformulando concepções e melhorando o aparato espiritual em que nos cabe cumprir nossa missão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias