O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

FHC NO PAÍS DAS MARAVILHAS

Se Lula dá palpite em tudo, FHC dá um tempo em economia e agora discorre sobre os mistérios da vida, sendo ateu. “Não se explica o sentido da vida, a origem do Universo, nada. É uma zona ampla de mistério. Como posso afirmar que Deus não existe? Os filósofos levaram a vida inteira para explicar a existência de Deus. Outros quiseram provar a sua inexistência. Não conseguiram nem uma coisa nem outra” – mais em cima do muro que isso, impossível! “Além do mais, o ser humano vive uma angústia permanente: a morte é irreversível” – é de uma obviedade chocante para quem já chegou aos 80 anos. “Há que buscar valores, criar algo no que você acredita e lutar por isso. No fundo, estamos à procura de sentido na vida. Não é o meu caso de ficar recluso, rezando. Quem sabe, no futuro?” – quando estiver morrendo e Deus aparecer para FHC pedir perdão? Finalizou com essa autocondenação sem se dar conta, tamanha sua falta de intimidade com o assunto: “Você é responsável até pelo que não quis fazer!”. Só mesmo o Serra para tentar explicar o não dizer coisa com coisa de FHC, quando criticou o governo de Dilma, de olho em 2014, valendo-se de Alice no País das Maravilhas. A certa altura, Alice pergunta para aquele gato muito engraçado por que caminho optar. Ele diz que, se ela não sabe para onde vai, qualquer caminho serve. De fato, esse é o drama da humanidade, quanto mais não encontrar sentido na vida. Contudo, a fábula da Alice não é o seu desgoverno e sim transcender a materialidade: para descobrir uma saída ou buscar um refúgio? Assegurar-se de que aquela é sua tribo ou tornar ao seu velho mundo para compreendê-lo melhor? Ou para ficar resignado e aceitar as condições que o mundo lhe oferece? Sem enlouquecer sonhando em transformar a sociedade. Alice não é uma garota simplória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias