O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

JOGUEM AOS LEÕES

Um passeio pelo exercício do poder.
Surgiu o quarto deputado que explora o trabalho escravo em suas fazendas, nas quais o peão dorme em senzalas, alojamentos que equivalem a pardieiros sem condições de higiene, onde a imundície principia nos gastos anotados num caderninho pelo gato, o capataz. Jamais a conta fecha, refeições, remédios, pilhas, cigarros, superam o que tem a receber, noves fora o combinado no acordo verbal, um valor sempre meses menor que o coloca na situação de devedor. Há que continuar suando, derrubando mata, erguendo cercas e furando poços. Se for necessário, até força física e armas são usadas para mantê-lo no serviço.
Só não é pior do que na África do Sul, como revival do apartheid. Shisane foi amarrado, a mando do patrão branco, por três irmãos de raça, que o atiraram numa reserva de animais selvagens. O espetáculo não demorou por começar, logo um leão saiu de trás da moita e o arrastou para ser devorado, deixando como prova do crime o crânio e uma perna.
O passado militar de Bush posto sob suspeita, agora que se configura o favoritismo da candidatura de John Kerry pelo Partido Democrata. Fundamental ser um herói da Guerra do Vietnã, numa época em que a segurança do cidadão americano se tornou prioridade número um. Abalando o “presidente da guerra”, que fugiu ao combate contra os vietcongues, buscando refúgio na Guarda Nacional, expediente usado pelos filhos de elite para ficarem quites com o serviço militar. Foi a única fila em que Bush aceitou de bom grado ser o último, tão para trás que ninguém se lembra sequer de tê-lo visto nos exercícios de treinamento.
No auge do estrelato e da maturidade artística, Jack Nicholson inicia sua retirada do exercício de poder como homem ao expor que a vida é mais simples quando se é solteiro, sai das festas na hora que quiser. Não dá mais para ficar por aí babando em cima das garotinhas. Se ao menos pudesse fazê-las entrar pela porta dos fundos de sua casa, enroladas num cobertor, aí já seria outra história. Considera que o Viagra poderia salvar muitos casamentos. Bastava duas vezes por mês o cara se jogar em cima da mulher, mesmo sem vontade, que a pílula azul faria o serviço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias