O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

LULA E O VOTO VERDE PESARAM NA REALPOLITIK DO AGRONEGÓCIO EM APOIAR DILMA

Realpolitik veio do alemão e se refere à política ou diplomacia baseada principalmente em considerações de ordem prática no prejuízo de aspectos ideológicos, como o acordo entre Hitler e Stálin em 1939. O termo é frequentemente utilizado de forma pejorativa, sinalizando um grau de realismo político que foge à ética dos princípios e no qual as relações de poder tendem a solapar todas as pretensões de fundamentação moral, beirando o maquiavelismo. Como a aliança entre Luiz Carlos Prestes e Getúlio Vargas, depois que o ditador libertou o líder comunista quase 10 anos depois de enviar sua mulher Olga para a morte em mãos nazistas. Seria o caso da Confederação Nacional da Agricultura, traduzindo, Liga do Agronegócio, ao dar ordens à sua presidenta, Kátia Abreu, para se tornar vira-casaca e aderir ao governo Dilma? Logo ela, que José Serra rejeitou como vice por não querer ter uma ruralista em sua chapa presidencial, e preferir fingir que é verde, só por torcer pelo Palmeiras desde criancinha! A aprovação do Código Florestal na Câmara, à feição dos pecuaristas, repercutiu como se fosse uma vitória da turma do desmatamento, na contramão da ecologia dos fatos e da votação que Marina recebeu, e os ruralistas não desejam uma situação de enfrentamento com a continuação da era Lula, na defesa intransigente de seu setor, acusados de burlar a legislação trabalhista com frequência e abusar do escravagismo. Na toada que o povo brasileiro vai em sintonia com o seu progresso, esse radicalismo poderia levá-los a perder seu eleitorado, que não é lá muito grande. Eles não mudaram de lado nem irão renegar sua verdadeira vocação, mas trata-se de  uma questão de sobrevivência e de inteligência política. Isso é Realpolitik.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias