O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

O PERU DE FUJIMORI

A famiglia Fujimori é pior que a família mafiosa do Temer, que depôs Dilma para se servir do poder e esvaziar as conquistas trabalhistas ao feitio dos patrões. Fujimori foi um ditador que estuprou a democracia de 1990 a 2000, sob o pretexto de liquidar a guerrilha de esquerda Sendero Luminoso, promovendo esterilizações, sequestros, desaparecimentos e execuções – muito parecido com o que fez a nossa ditadura militar de 1964 a 1985. Para retomar o poder no Peru, os filhos de Fujimori estão se aproveitando do estado de saúde do pai, preso há 12 anos, com 79 anos, frequentemente internado por hipertensão, arritmia cardíaca, queda na pressão arterial e consequências de câncer na língua. Como o presidente recém-eleito Kuczynski está envolvido em corrupção com a Odebrecht, tal como o governo Temer e o PSDB que o apoia, parte da bancada fujimorista não votou pelo impeachment em troca do indulto concedido ao chefe da máfia Fujimori. Indulto que Temer malbaratou nesse Natal, esvaziando a Operação Lava Jato, libertando corruptos com apenas um quinto da pena de até 12 anos cumprida, quando antes era um quarto, e já foi um terço. De nada adiantou ao presidente Kuczynski se manter no poder, pois ele foi ao chão desmoralizado pelo pacto com a família Fujimori, que sempre negou, e pode enfrentar outro impeachment, já que o Congresso “tá dominado” pelos golpistas, a exemplo do Brasil. Moral da história: Fujimori volta ao poder em breve através de sua filha Keiko, que perdeu a eleição para Kuczynski por apenas 0,24%. Anos depois de seu pai ter se refugiado até 2005 no Japão por ter cometido crimes contra a humanidade durante seu ciclo autoritário, país esse que não o extraditou por ele ser filho de japoneses. Ansioso por regressar ao Peru para ganhar eleições, acabou sendo condenado a 25 anos de prisão. O Peru de Fujimori é bem pior que o Brasil de Temer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias