O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

“O QUE TRAZ BOAS NOVAS”

Filme Amorosa SoledadFilme A DatilógrafaEnquanto José Wilker se leva a sério com seu filme “Giovanni Improtta”, a produção cinematográfica francesa estoura a boca do balão até com filmes leves, engraçados e especialmente românticos, como “A Datilógrafa”, e o cinema argentino encanta até com filmes despojados e singelos como “Amorosa Soledad”. Enquanto o ator e diretor Wilker, que se considera tão bem dotado intelectualmente, se satisfaz com um recurso televisivo levado às telonas, o diretor e roteirista Philippe Falardeau consegue extrair de um monólogo teatral o filme (canadense) “O que traz boas novas”, que aborda o universo de uma escola de ensino médio de Montreal perante o suicídio de uma professora na própria sala de aula, pondo em xeque o modelo de civilidade de Quebec. E a sua substituição por um professor argelino não convencional, que faz com que os alunos se abram e falem sobre o suicídio, quando a orientação na escola era para se calar a respeito – extremamente valorizado pelo excepcional talento de atores mirins. Ensinar e educar não parecem pertencer à mesma família. Através do estrangeiro, pertencente a outra cultura, vamos nos apercebendo de que sempre há algo de errado, injusto, incomunicável, insensível em países que estão no topo do ranking do Índice de Desenvolvimento Humano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias