O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

SUPREMO DIVIDIDO QUASE REFERENDA O GOLPE NA DEMOCRACIA MANTENDO LULA PRESO

Juízes do Supremo Tribunal Federal têm que julgar com isenção e saber jurídico, aliás, como todo e qualquer magistrado. Excetuado Moro e os desembargadores da 2ª instância no Rio Grande do Sul, que referendaram o processo que condenou Lula sem provas de modo a persegui-lo e excluí-lo da eleição presidencial, nos presenteando com o fascista e ignorante do Bolsonaro como presidente. Portanto, o julgamento no Supremo se obrigatoriamente já deve prender concluída a etapa da 2ª instância se transformou em Lula Livre ou não. Torcida de futebol. Contra ou a favor. Já que é assim, qual não foi o espanto que, dos 7 ministros indicados pelo PT, 4 foram a favor da prisão em segunda instância e 3 votaram contra. Dos 4 ministros indicados por outros partidos, inclusive o PSDB, apenas 1 foi favorável à manutenção da prisão e 3, contra. Em suma, se deixasse por conta dos ministros indicados pelo PT, Lula ainda estaria preso. Os outros juízes é que libertaram Lula. O ex-juiz petista Toffoli, redimindo-se de suas últimas traições em alianças espúrias com deus e diabo na terra do sol, deu o voto de minerva em prol de Lula – seria difícil arcar com uma traição desse calibre em sua folha corrida. Para evitar esse tipo de problema é que Bolsonaro escolheu um Procurador-Geral da República (Aras) e indicará ministros evangélicos para suprir vagas abertas no Supremo para não ocorrer o menor problema com seus crimes passados e de seus filhos, e o nos que incorrerá, a julgar pelas suas ligações com milicianos. Formaram-se dois blocos, um contra Moro, um ex-juiz de primeira instância que perseguia Lula e premiado com a pasta da Justiça do governo Bolsonaro. E outro mentindo se posicionando contra a postergação da prisão para quem tem dinheiro e pode pagar bons advogados, buscando a prescrição. O placar final e apertado de 6 x 5 claramente demonstra o abraço do Supremo ao golpismo no impeachment, o aval ao atentado contra a democracia com a eleição manipulada de Bolsonaro pautada pelas fake news e a manter Lula na cadeia, seja através de que artifício for.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias