O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

CÚMULO DO DESLUMBRAMENTO

Você comprar um BMW para ser alvo de seqüestro e resultar numa nuvem passageira sobre um rio que passou em sua vida… agora é cinzas, tudo se acabou. Só para ver o seu carro tinindo à luz do sol, à altura do gabarito que alcançou, graças ao tirocínio com que construiu seu sucesso. Os designers da moda do BMW, Audi, Pajero conhecem muito bem a alma desses pilotos que adoram pairar acima de todos os partidos, seja o bom ou o mau.
Ter uma mulher linda, jovem e exuberante, sabendo que está sendo usado e alimentando a pretensão de que um dia vai virar o jogo. Se transforma num desforço que pode esgarçar para um cabo-de-guerra, o jogo da conquista que garante o tesão, ao ocupar a cabeça com manobras que monopolizam a satisfação do desejo dela. Sabê-la dependente do seu poder de fogo inteiramente focado na disposição de conquistá-la.
A freqüência com que celebridades passam na cara uma galeria de garanhões ilustres, dentre playboys, atores, fortunas feitas num piscar de olhos e oportunistas, tirando do homem o domínio exclusivo do sarro para fechar com chave de ouro numa gravidez escolhida a dedo, dentre os critérios de beleza, patrimônio e cabeça aberta para aceitar o matriarcado que irá permear a educação dos descendentes.
Justo o deslumbramento com as medalhas olímpicas, pois quando damos o melhor de nós, o universo conspira a favor e o sucesso acontece. Seja de que gênero for. De causar bílis é a aversão ao esporte cultivada por egos cevados no chocolate, desconhecendo que os atenienses consideravam ignorante quem não sabia nadar, pois o mar não existe impunemente.
O deslumbramento de locomotivas que organizam noitadas para exibir seus dotes de anfitrião, festeiro, one-man show e dotado de mil e um artifícios para seduzir os convidados. No pleno exercício do tráfico de influência. E se auto-enaltecerem. Narciso enrubesceria. Baixo no caráter, devido ao tamanho que almejam, o combinado é que seu brilho ofusque os demais. Para quem gosta deles, um prato cheio.
Mesmo tendo afirmado no início de seu mandato que a Era Vargas estava enterrada, a avidez do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não mede desafios nem coerência ideológica com seu passado quando se trata de encantar platéias. Ao aceitar debater os erros e acertos do período mais importante da história moderna do Brasil na palestra “O Legado da Era Vargas – Lições para o Futuro”. Um verdadeiro estadista tem que se mostrar superior e enfrentar contradições.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias