O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

FLORES RARAS

Flores Raras

Flores Raras

Bruno Barreto pode se orgulhar de ter feito um dos filmes mais bonitos sobre o amor de duas mulheres. Dois espécimes raros, Elisabeth Bishop, a grande poeta americana que ganhou o Prêmio Pulitzer em 1956, e Lota de Macedo Soares, a flor rara que concebeu o Parque do Flamengo, uma tremenda arquiteta sem diploma, e que despertou a contida Bishop para o amor tórrido. Glória Pires, no cinema, põe a arte televisiva no chinelo. Mesmo porque a TV censuraria o beijo de tirar o fôlego da nossa entronizada grande lady do cinema em Miranda Otto (Bishop). Mulheres além de seu tempo que compuseram e conceberam um amor pleno de paixão, tão possessivo quanto moderno, o ciúme marcado em Bishop e a ousadia e a facilidade em tocar sonhos, em Lota. O filme é a prova viva dos maus resultados que a autossuficiência acarreta por cegar nossa visão, confundindo felicidade com pôr tudo a perder com extrema facilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias