O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

O TIRO SAIU PELA CULATRA COM A CPI DOS GOLPISTAS

Os bolsonaristas são muito restritos à sua própria ignorância, que é cavalar. Que estupidez insistir fingindo, na instalação da CPI do golpe, que não tinham nada a ver com os verde-amarelos que invadiram os Três Poderes e acusando o governo Lula de omissão! Pois veio à tona na CPI que Bolsonaro contratou o hacker Walter Delgatti Neto para fraudar as urnas eletrônicas só porque ele conseguiu vazar as artimanhas de Moro com Dallagnol na Operação Lava Jato para prender Lula e afastá-lo do prélio presidencial de 2018, o que propiciou a vitória de um bandido pior que os generais da ditadura militar. A ponto de mandar o hacker grampear o celular do ministro Alexandre de Moraes, não conseguindo uma coisa nem outra. A despeito de, à época, um indulto presidencial lhe haver sido prometido, os bolsonaristas tentarão lhe impingir falta de credibilidade em razão da fama de estelionatário, o que só o valorizou perante Bolsonaro, ao incumbi-lo de redigir o relatório das Forças Armadas sobre a falta de segurança das urnas que seria apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral. Mas não eram as urnas o vilão da história e sim o presidente, que voltaria com medidas de exceção, montado no cavalo da ditadura, sustentado pela nata da mediocridade de forças corporativas dentre os militares, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar do Distrito Federal. Os militares decidiram pelo recato do silêncio para não se comprometerem e se livrarem do incômodo apoio dado a um capitão sem qualquer escrúpulo, que eles mesmos expulsaram de suas fileiras em 1988. Se os militares estão sendo capazes de se omitirem nas investigações ou de terem participado de uma intentona golpista em plena democracia, imaginem na ditadura militar quando montaram em seus quartéis e regimentos uma verdadeira máquina de torturas, execuções e desaparecimento de corpos. O roubo de joias dadas como presente ao presidente Bolsonaro seria motivo de galhofa, em razão dos benefícios que, segundo Bolsonaro, uma ditadura iria proporcionar ao povo brasileiro graças à liberdade de expressão a partir de fake news.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias