O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
maio 2022
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

OS MILITARES TÊM DE SE DAR AO RESPEITO E OPTAR DE FORMA CLARA ENTRE A DEMOCRACIA E A DITADURA DE BOLSONARO

As Forças Armadas, agora revestidas com um Ministério da Defesa, voltaram aos seus saudosos tempos em que o presidencialismo vivia sempre sob a ameaça do golpe ser iminente, ao responderem, irados, em nota ao Supremo Tribunal Federal, com os canhões assestados no ministro Luís Roberto Barroso, que confessou ser à época um militante severo contra a ditadura. E que via no Bolsonaro a ascensão do populismo autoritário, tentando politizar os militares para atuar dentro de seus objetivos de roubar o país e convertê-lo em seu feudo. Os militares interpretaram tais palavras como ofensa grave, repudiando qualquer ilação ou insinuação sem provas. A indignação de Barroso se deve ao ataque de Bolsonaro à segurança das urnas eletrônicas, quando, desde 1996, não há registro de qualquer irregularidade, o que também se constitui numa ilação infundada e fraudulenta do presidente, a quem os militares batem continência. Outro motivo de repulsa por parte de Barroso foi de Bolsonaro ter dado voz de comando para o desfile de tanques na Esplanada dos Ministérios em agosto de 2021, com intenção intimidatória para deixar claro que ele é o comandante em chefe das tropas – e, portanto, não só presidente. Justamente quando parecia, até Bolsonaro ser eleito, que as Forças Armadas haviam recuperado seu crédito perdido na ditadura na sequência das torturas, execuções e desaparecimento de corpos efetivados em seus quartéis. Para quem exige respeito com tanta moral amparada na tradição, as Forças Armadas é que têm de se dar ao respeito e optar de forma clara entre a democracia e a ditadura de Bolsonaro. Se foram cooptados, tal como Bolsonaro ao Centrão, perdem o direito ao uso do discurso surrado de combate à corrupção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias