O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

SELFIE: FALTA DE NOÇÃO E DE RIDÍCULO

Acabou-se o tempo em que os bandidos presos escondiam o rosto com suas camisas para não serem identificados e estampados na mídia. Policiais civis do Rio de Janeiro, que participaram da operação de captura do traficante Rogério 157, fizeram questão de selfies com o dito cujo para posarem de caçadores de presas de elefantes e peles de tigres – era perseguido há mais de dois meses, necessitando o Exército ter ocupado a Rocinha para tirá-lo da toca. O 157 não escondeu um risinho de satisfação pela fama, que ganhou as redes sociais, virando o assunto do dia. Desmoralizando a instituição policial por completo ao comprovar que não tem a menor diferença de homens (e mulheres) da lei para bandido a ponto de tirar uma selfie justamente numa hora dessas – e ficar registrada nos anais da estupidez. Aliás, o ser humano no planeta está se tornando um perfeito idiota a julgar pelas brincadeiras com fotos no Museu do Holocausto em Berlim, que rodou o mundo. Cada internauta vive e administra seu próprio canal, o que bem demonstra o nível de debilidade mental ou patologia a que chegamos com a falta de senso crítico em razão do caráter exibicionista, ao procurar fotos em situações inapropriadas, somente para conseguir retorno e aprovação. Há uma demanda crescente e emergente para sair da invisibilidade. Não basta tirar uma foto do que se deseja, mas sair nela. E abiscoitar fama veiculando a foto da qual deveria se envergonhar. Do ridículo papel a que se prestou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias