O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

UM LUGAR AO SOL

Ateeque Sharifi, uma das vítimas do atentado de Londres. Afegão que fugira de seu país em 2002, quando seus pais foram assassinados pelos talibãs. Trabalhava numa pizzaria e enviava dinheiro à irmã mais nova que ficou no Afeganistão. Buscou segurança no Reino Unido para estudar e dar um outro rumo à sua vida, encontrando seu destino nas mãos de extremistas.
Não existe mais lugar seguro no planeta. O paraíso da democracia fechou as portas para os imigrantes, inspirado pelo espírito de Osama, com receio de que contaminassem seus reservatórios de água, o bem mais escasso dos muçulmanos. O paraíso britânico se orgulhava de seus guardas não portarem armas até o assassinato de Jean Charles, que fugiu do inferno brasileiro para encontrar seu destino nas mãos de policiais em delirium tremens.
Essa insegurança generalizada teve início no atol de Mururoa, quando a França realizou testes atômicos. Imagine se o berço da cultura vai explodir uma bomba na cara de quem quer que seja se o termo bom burguês nasceu daquelas plagas.
Quem haveria de pensar que a antiga Mesopotâmia seria invadida pelo moderno império romano contra-atacando pelos ares? Quem poderia conceber que o Afeganistão fosse um reduto maligno a pôr as barbas do Bem de molho? Quem poderia supor que a brigada muçulmana iria infligir sérios danos no progresso vertiginoso da Espanha? Londres não sofria um abalo tão grande desde Hitler e o mar de fogo que anunciou.
E ainda reclamam da insegurança no Brasil. A verdadeira insegurança é a que precipita o êxodo dos jovens em busca desses paraísos, por absoluta falta de colocação no mercado. Imaginando que lá será melhor.
A frente terrorista muçulmana pleiteia um lugar ao sol nesse mundo dark delineado pelas maiores potências. Nem que seja à força.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias