O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

500 DIAS COM ELA

500 Dias com Ela

500 Dias com Ela

Resumir 500 dias a ele querer firmar um compromisso e ela aproveitar os bons momentos da relação, sem questionar se o casamento acaba com o amor, é pouco do muito que se desenrola no filme, com os defeitos parecendo qualidades no princípio e o rosto agradável e bonito se transfigurando em pesado no fim. Quando o homem se apaixona de verdade, ele encontra a mulher de sua vida. A certeza é tanta que se mostrará possessivo e ciumento do mesmo modo que a mulher é acusada de pesar na mão com o seu amado amante. E se ela não o amar do mesmo jeito e forma? Definhará o amor por ela não se encontrar na relação e desejar, no lugar, alguma coisa que ainda não ficou bem claro para ela. Intolerável saber de antemão que não será correspondido. Por vezes, ela o namora e engana suas expectativas. Não o faz por mal, mas é que as vibrações afetivas dele são um bálsamo para qualquer coração. Até que ela resolveu seguir seu caminho. Não se trata de traição ou perfídia ou pouco caso. Ela não seria capaz de amá-lo conforme ele a tinha em alta consideração. Sofreu, sofreu, e não conseguia esquecer; ele foi fundo no drama escalado para deixar sequelas. Até que resolveu vencer o medo e voltar ao usual lugar de encontro, deparando-se com ela. Não era mais a mesma.
Quando você se decepcionar com o desmoronamento de sua love story, o melhor a fazer é desejar felicidades e boa sorte ao seu amor querido. Para despedi-lo. Mesmo que não seja sincero. Ajuda-o a desvencilhar-se das amarras. Dá azar guardar maus sentimentos. Atrai espíritos não benfazejos; afinal de contas, você pode estar sendo observado por outra sem que haja notado. A paixão costuma dessensibilizar para o entorno. Não há por que perdurar impregnado de pureza d’alma, eternizando o encantamento na procura da alma gêmea. Há que quebrar o vaso! Morrer, para continuar a viver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias