O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

A FARSA DA REFORMA DO TRÍPLEX CONCEBIDA POR MORO PARA PRENDER LULA

A farsa da reforma do tríplex do Guarujá comprovada pelo vídeo do MTST quando ocupou o referido imóvel, mote da acusação contra Lula. A prova incontestável da falsidade da narrativa produzida pelo juiz Sérgio Moro e pela Rede Globo, com o apoio de boa parte do Poder Judiciário. O tal tríplex não valia sequer 800 mil reais, mas Moro inescrupulosamente o avaliou em 2 milhões. E a OAS disse que teria investido 1,2 milhão só na reforma para presenteá-lo a Lula. Que belo conceito não fazia de Lula, se fosse verdade! Quanto ao Globo, nem se interessou em investigar as tais obras de reforma feitas pela OAS porque não lhe convinha nem estava no script combinado com Moro. Além de não haver nem provas e muito menos crime contra Lula, as reformas são dignas de um puxadinho vagabundo. O falsário Moro sujou mais ainda seu nome, o que ratifica a armação cometida contra Lula. O dia em que o Judiciário recuperar a vergonha na cara não sobrará pedra sobre pedra de Moro nem da República de Curitiba. Quanto aos eleitores de Aécio, triste sina diante de mais esse novo holocausto contra a democracia. Permanecem calados, quando no governo Dilma se diziam indignados com a corrupção. Sem ter coragem para contestar a notícia do puxadinho do Moro, tão somente voltados para saudar a prisão de Lula com fogos de artifício, no início de abril – com o senso de justiça de milicianos que mataram a vereadora Marielle. Desde que Aécio armou o golpe através das esquecidas e revogadas pedaladas, de lá para cá, o impeachment, a prisão de Lula e a farsa do tríplex de Guarujá de autoria de Moro, evidenciando o caráter que abraçou o Brasil ideologicamente dividido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias