O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

LEGÍTIMA DEFESA DA NATUREZA

A natureza age em legítima defesa,
como bem disse Nizan Guanaes.
Mas o homem já não se defende mais
na busca cega pelo dinheiro.
Destrói tudo e a si mesmo,
o tempo inteiro,
sem olhar pra trás.

Natureza não é só beleza.
Enchentes, com certeza,
estão na correnteza
dos acontecimentos naturais,
da força do que já existia antes
de o homem vir e acabar com a paz.

Não é papo bicho-grilo, esquerdista,
ou qualquer outra tentativa de adjetivar
pejorativamente, a brigar,
é um fato científico.
Não é mítico, nem só divino,
pra quem acredita.

Aqui se faz, aqui se paga.
E se a sua casa alaga,
mesmo você tendo sido consciente,
não é assim que se explica.
Vivemos coletivamente.
Não dá pra fugir do que fizeram
antes de chegarmos aqui.

Se dizer vítima do governo, dos empresários,
dessa gente que sim, faz tudo errado
já não basta.
Essa dor que nos devasta
pode virar luta.
Cada um de nós pode e deve ajudar.

E eu não falo só de mandar dinheiro e suprimentos,
nesta emergência do lado de lá.
Vamos sair do lamento
e nos conscientizar.

Dizer não à exploração da natureza no voto,
no consumo consciente,
na reciclagem e descarte de lixo,
na proposta de boas leis.
Vamos seguir em frente.

Hoje foi lá no Sul
e pode vir pro Sudeste,
Norte, Nordeste.
Aterramos nossas águas,
sempre em busca de mais prédios.
Matamos nossos indígenas
e fabricamos remédios,
enquanto eles é quem sempre souberam
como usar a natureza,
sem explorar, contaminar.

Podíamos unir forças
da nossa ciência
com a sabedoria ancestral
de quem nasceu na floresta,
antes de ela se chamar Brasil.

Mas aos poderosos só interessa
construir cimento cada vez mais.
Viciar pessoas nos medicamentos
que só aliviam sintomas e não curam.
Não procuram ir na causa,
na comida, estilo de vida,
na rotina de gente oprimida.

É tanto vício de comportamento
que a gente já nasce inserido no erro
e só vem a desespero
quando se acumulam as consequências
no próprio corpo
ou na saúde e vidas perdidas.

Vidas perdidas…
Quem foi que começou a vida
senão a natureza que está aqui
desde antes de a gente nascer?

Esquece esse papo de Deus.
Natureza é vida.
E sem ela não dá pra viver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias