O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
setembro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

DEUS NÃO ESTÁ BRINCANDO COM NOSSAS VIDAS

Deus não está brincando com nossas vidas. Se algo de muito ruim acontece conosco é porque há um objetivo útil e muito importante mais adiante para nós que não conseguimos enxergar. Precisávamos estar munidos da visão espírita.
Toda e qualquer experiência traz na sequência um aprendizado importante. São situações que vão tornar nossa alma mais cascuda ou, então, acentuadamente sensível. Na verdade, dificuldades são advertências com o intuito de nos prevenir, alertar sobre nossas atitudes perante determinada conjuntura. Quando a dor bate à porta e preenche nossa existência com sombras ameaçadoras, costumamos lastimar, chorar e até nos desesperar.
Faça uma retrospectiva: observe se nos momentos difíceis de sua existência não houve uma reviravolta que lhe trouxe um aprendizado especial. Cada lágrima vertida acrescentou maturidade, sabedoria, um novo olhar sobre a vida. A doença, por exemplo, nos ensina a cuidar melhor da saúde, a tratar do corpo para nele não sentirmos um estorvo. A importância do trabalho e do esforço pessoal para se desenvolver serve para qualquer um. A família onde a discórdia prevalece nos oferece a chance de exercer a tolerância. Lembre-se que essas lições são interiorizadas: nós as guardaremos para sempre.
Raras vezes aproveitamos a ocasião para tirar aprendizado. Muitas vezes, aqui na Terra, as preocupações da vida material nos cegam. Nos detemos, aflitos, em pensar no que vamos comer e beber, e nos esquecemos de que temos um Pai amoroso que cuida de todos nós e que desagua Sua chuva sobre a cabeça de justos e injustos.
É quando nos perguntamos: Por que justamente isto foi acontecer comigo? Quando a colocação deveria ser: Para que isso aconteceu comigo? Qual o sentido? O que tenho a aprender? Como posso melhorar a partir desse episódio?
O que não significa que devemos cultuar a dor e ser conformista, nem se entregar à revolta que nos consome por dentro. E sim enfrentar as situações com fé e coragem, alimentar a esperança e procurar descobrir o aprendizado oculto que a situação traz em seu bojo. Por mais amargos que sejam, os frutos desse aprendizado jamais se perderão e, se conseguir tirar proveito, você se converterá num ser mais humanizado, desprendido, generoso e mais sábio.
Erga os olhos para o Céu, pois Deus não deixará de atendê-lo na medida de suas necessidades espirituais. No tempo certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias