O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

GRANDE NEGÓCIO

Depois não entendem porque Lula se recuperou nas pesquisas. Seus algozes, tucanos e pefelistas, firmaram um acordão para blindar o passado e apagar os vestígios de Marcos Valério nas campanhas eleitorais das Minas Gerais, quando foi aprovado no vestibular para lobista. Uma troca na proteção a reféns do caixa dois, que passou a significar mensalão. Salvar agora o Brant, ex-ministro de FHC, para depois inocentar Eduardo Azeredo, ex-governador das Alterosas.
O importante é que nada respingue na campanha de Serra ou Alckmin, a fim de entrarem limpos e de cabeça erguida na escalada para presidente, com o discurso de que o país não deve mais dar espaço para ladrões. Ninguém poderia esperar que o PT entregasse o seu maior patrimônio – a ética -, servido na bandeja pelo garçom Delúbio. Portanto, não entra na cabeça de nenhum tucano desperdiçar uma oportunidade como essa. A inteligência de oportunistas seria posta em questão, causando um estrago proporcionalmente maior do que o escárnio promovido por eles a respeito da cultura de Lula.
Nem tiveram escrúpulos em sacrificar o colega de partido Fruet, destaque na investigação das maracutaias petistas, que acabou se queimando também ao abrir mão de suas prerrogativas no conselho de cassação. O argumento utilizado para não cassar Brant é a consciência de suas qualidades éticas, a saída dele não melhora a Casa. Pelo contrário, piora.
Rola um clima de fastio depois de se banquetearem às custas de Zé Dirceu. Como ele caiu de pé e continua a viajar de primeira classe, a antropofagia é de causar inveja aos índios que traçaram o bispo Sardinha. Engraçado… se por demais explícita a solidariedade entre os seus pares, a promiscuidade não se segura nas tamancas, põe a cabecinha de fora.
A extensão da moral só vai até onde o delito alcança os seus, aí funciona o espírito maçônico em prol do interesse maior: jantar o Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias