O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

AMOR MADURO

Escrito a pedido do sogrão, inspirada no meu amor pelo filho dele.

Amor maduro não tem idade
Acontece depois que a vaidade vai embora
Quando o orgulho não chora
E nos deixa simplesmente fluir
Num constante ir e vir
De encontros e desencontros

Opostos quereres e verdades
Quando batem de frente
Exigem adaptabilidade
Quando se quer chegar
A um lugar comum: paz

Não há alma gêmea,
Nem metade da laranja
Existem almas afins
A fim de ficarem juntas

Quando a luta é adulta
Cada um quer se melhorar
E não mudar o outro

Crer que há alguém perfeito para você
É um conceito muito louco
Pra não dizer ingênuo

Sereno é o amor maduro
Que mesmo quando aquilo
Não tá duro
E os dois pagam os juros
De suas dívidas de vida
Não tem dureza, nem pobreza
Só beleza, mesmo na feiúra

Loucura é achar que é preciso ser jovem
Para sempre para ser bonito

O amor depois de muita vivência
É como a alma antiga
O corpo pode morrer dali a pouco
Mas o que tá dentro é forte e infinito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Carlos Gaio
Categorias