O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Recentes
Arquivo
Arquivo
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

OS MILITARES MORRERÃO ABRAÇADOS AO BOLSONARO

Quais seriam as intenções do Exército abraçado ao Bolsonaro e flertando com a ditadura? Não aprenderam o suficiente com o golpe de 64, que gerou o AI-5 transformando os quartéis em antros de tortura, execução e desaparecimento de corpos? Promovendo atos terroristas contra a abertura, explodindo bombas no Riocentro e OAB, e até em bancas de jornais. Com a eleição indireta de Sarney, os militares sossegaram o facho por 35 anos para agora voltar como cães arfando de satisfação pelo seu dono Bolsonaro, o mesmo que havia sido expulso do Exército em 1988, acusado de urdir um plano terrorista que previa a explosão de bombas em quartéis do Rio de Janeiro. Pois não é que os militares aceitaram ficar à frente da saúde pública em plena época de pandemia, sem que haja um médico sequer na equipe e com o Dr. Bolsonaro receitando cloroquina! O Brasil irá se sagrar o campeão mundial do coronavírus, na pior das hipóteses, o vice, quando atribuir-se-á às Forças Armadas a culpa do genocídio por supostamente saberem onde estão se metendo, já que Bolsonaro é ruim da cabeça, tanto faz como tanto fez, podendo alegar que não mandava mais, em virtude do Supremo haver cerceado seu direito de governar. Se Bolsonaro não se incomoda em ser associado a milicianos, desmatadores, torturadores, nazistas, as Forças Armadas têm um nome a zelar! Não basta explorar o mantra da anticorrupção, se os escândalos dos filhos de Bolsonaro em breve aparecerão nas páginas policiais. E se o juiz supremo Alexandre de Moraes desbaratar o crime organizado de milícias virtuais de fake news, que garantiram a vitória de Bolsonaro nas eleições? E se anular a chapa vencedora por vício na disputa? Não vai dar mais tempo para as Forças Armadas tirarem o corpo fora. O tempo urge e ruge ameaçador. Mas como bater em retirada do Planalto, se estão mamando nas tetas da República com um apetite fora do comum? Visível no aparelhamento do Estado com fardados de todos os gêneros e para todos os gostos, crítica que frequentemente se fazia ao PT. Até o general Ramos, interlocutor do regime bolsonarista rumo ao amancebamento com a Câmara dos Deputados, chega a chamar o centrão de Centro Democrático, ao gerir a entrega de cargos e verbas para livrar Bolsonaro do impeachment. Tornando a cara, o perfil e a estatura moral das Forças Armadas idênticos à essa mesma classe política tão execrada na campanha eleitoral, considerada corrupta e contumaz enganadora do povo brasileiro. Os militares vão ficar desmoralizados de tanto apego ao poder. Pior, se for ditadura. Ainda dá tempo para zelar pelas tradições e voltar à caserna. O ardil de valer-se da fama de militar honesto e eficiente à cabeça do país é desmentido pela figura ridícula, pequena e mesquinha de Bolsonaro, que só fez carreira destruindo, sem planos e propósitos que engrandeçam o país

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Categorias