O que está por detrás da notícia em rápidas palavras
  
  
Arquivo
Arquivo
março 2019
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivo Mensal: março 2019

A NUDEZ DE QUEM ESCREVE

Todo poema
É um strip-tease.
Cada verso
É uma peça de roupa
A menos,
Um naco de nudez a mais.
Palavra por palavra
E a plateia pede:
“Mais, mais!”
E quando chega
O último verso
A nudez é total,
Está… Continue lendo

À PARTE

Parte de mim se parte
quando você parte.
E assim, à parte,
dou parte de viver,
mas viver sem você
é uma parte
que não me cabe.
Não sei se você sabe,
mas amar-te
é a minha melhor parte,
minha maior arte.

BOLSONARO DISLÉXICO

Bolsonaro consertou “comemorar o golpe” para “rememorá-lo”. Quantas vezes ele não enganou as mulheres com esse reles artifício? Quantas vezes ele não enganou seus superiores militares, que o expulsaram da corporação? Quantas vezes ele não enganou seus filhos, que o… Continue lendo

MOVIDA A PAIXÃO E IMPULSO

Eu sou movida a paixão e impulso.
Não faço nada mais ou menos.
Não finjo que não sinto,
não seguro a onda.
Comigo é tudo ou nada.
Pra alguns, sou descontrolada.
Que seja.
Quem pensa que tem controle
não sabe… Continue lendo

POBRES COITADOS

Triste mundo em que vivemos
Em que por um momento pequeno,
Em um registro qualquer,
Homem, criança ou mulher
São virtualmente linchados
E sobra fanatismo pra todo lado.
Todo mundo julgando
E sendo julgado,
Todo mundo doido,
Tudo errado.
Um… Continue lendo

DESAFIANDO DEUS

Murilo sempre fez pouco caso de valores religiosos, notadamente o catolicismo, que perdera o seu rumo com o fausto do aparato papal, a Inquisição, a venda das indulgências e abraçada à tradição, família e propriedade. Desde jovem, sempre tentou reescrever… Continue lendo

O RECONHECIMENTO DA ESPIRITUALIDADE

O físico e cosmólogo brasileiro Marcelo Gleiser, radicado nos EUA, foi anunciado como o vencedor do prêmio Templeton, uma honraria já concedida à Madre Teresa de Calcutá e Dalai Lama. Uma espécie de Nobel da espiritualidade em razão do agraciado… Continue lendo

“UM AMOR INESPERADO”

A CRÍTICA DA CRÍTICA

Ah, o cinema argentino! Sempre inteligente, psicanalítico, politizado, irônico, engraçado sem fazer uso de comédia ao estilo Falabella, jamais tedioso, pretensioso ou intelectualoide, ao ritmo das melhores peças teatrais argentinas. “Um amor inesperado”, dirigido, roteirizado e… Continue lendo

CONHECENDO POR DENTRO OLAVO DE CARVALHO

Com base na reportagem da revista Época, eis as ideias do guru de Bolsonaro. Recomenda, primeiramente, não discutir sobre ideias para provar que o adversário está errado, e sim partir para destruí-lo psicologica e economicamente, especialmente se for marxista. Dá… Continue lendo

“PASTOR CLÁUDIO”

A CRÍTICA DA CRÍTICA

Entrevistado por Eduardo Passos, psicólogo e ativista de direitos humanos, “Pastor Cláudio”, dirigido por Beth Formaginni, é o delegado (às antigas) que virou pastor para começar a pagar parte da dívida, ainda em vida, que contraiu… Continue lendo

NATURAL

Sim, eu quero um amor,
mas não,
não à qualquer custo.
Sim, eu quero um amor,
mas não assim,
no susto.
Eu não vou te amar
só porque você é legal
e quer me levar a sério.
Não se ama… Continue lendo

À DERIVA

Escrever
Como quem
Derrama.
Ler
Como quem
Mergulha.
Viver
Como quem
Naufraga.

Estou à deriva.
Estou viva.

MINHA POESIA

Essa poesia toda que me persegue
existe para que você carregue
para a sua vida, no seu dia a dia
porque quando a palavra traz alegria
ela chega como um abraço amigo,
como quem diz: “eu te entendo”.
É por… Continue lendo

VEM PRO MEU MUNDO

Vem, vem pro meu mundo
que eu te inundo de carinho
Vem pro meu mundo
que eu te faço gemer baixinho
Deixa o meu amor te curar
e minha loucura te embriagar
Vem, vem pro meu mundo
e nunca mais estarás sozinho.

HISTÓRIAS DE NOVA YORK

Me contaram. Histórias de Nova York, precisamente no seu coração, em Manhattan. Onde só tem gente doida, por ser a vanguarda do mundo, mas que não é perseguida, e anda solta. Ocorreram com minha amiga Virgínia, que lá morou por… Continue lendo

PÉTALAS

Me despedaço
em versos
imersos
em ilusão.
São as dores
da paixão
cegando
minha visão
e dispersando
minhas rimas
em vão.
Vão tentar
me ajudar
me perguntar
se dói,
“ó nóis”
na boca
do povo
de novo.
Eu apenas
me… Continue lendo

SORRISO

O sorriso é um ato involuntário.
É quando a alma sente cócegas
e é forçada a abrir a boca
e sorrir com brilho nos olhos.
E não há nada mais espontâneo
do que a alegria incontida
de um sorriso que… Continue lendo

Categorias